Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Saúde Animal - Como limpar as orelhas do cão

como-limpar-as-orelhas-de-caes-5.jpg

 

É muito importante manter as orelhas do seu cão sempre limpas. As orelhas são muito sensíveis e fundamentais para que um cão viva bem, portanto não podemos esquecer de cuidar delas. Quando for fazer a limpeza, sempre olhe com cuidado pra ver se não tem excesso de cera, feridas ou sujeiras. O excesso de cera pode ser um sinal de inflamação ou infecção no ouvido e nesse caso o cão precisa ser tratado com medicamentos.

Sinais de que seu cão possa estar com algum problema de ouvido:
– Balança muito a cabeça (como se ele estivesse se secando depois do banho, mas ele faz isso com mais frequência quando tem dor de ouvido)
– Cheiro forte vindo das orelhas/ouvidos
– Feridas ou excesso de cera na parte interna da orelha/ouvido


Aprenda como limpar a orelha do seu cão


1. Separe o material

– algodão
– solução especial para limpar a orelha dos cães


2. Observe a orelha do cão pra ver se está com muita cera escura, odor forte ou feridas.

Isso pode significar inflamação ou infecção e você deve levá-lo ao veterinário, pois provavelmente o cão está com dor.


3. Faça a limpeza:

Coloque a solução na orelha do cão. Deixe agir por alguns minutos para amolecer a cera. Limpe com algodão ou gaze e deixe o cão se sacudir.

 

A minha vaca é uma estrela - filme

LA_VACHE_web.jpg

 

Esta é a história de Fatah, um humilde agricultor Argelino, que só tem olhos para a sua vaca Jacqueline. Há anos que ele sonha poder levá-la a Paris à Feira de Agricultura e, finalmente, eis que surge o convite.
Entre encontros e surpresas variadas, Fatah e Jacqueline vivem uma aventura sem igual com momentos de entreajuda e de risos infindáveis, numa viagem cativante pela França dos dias de hoje, contagiando todos aqueles com quem contactam.

ESTREIA EM CINEMA: 30 DE JUNHO DE 2016

 

https://www.youtube.com/watch?v=8jHPMg60rQU - Trailer legendado em português PT

 

Dica da Semana - 6 maneiras de evitar a fuga do seu Cão

evitar fuga cão-1.jpg

 

Quem já sofreu com a dor de perder um companheiro sabe como é difícil conviver com a esperança do reencontro. O vínculo criado entre o cão e o tutor é muito forte, por isso, quando há a separação, o sofrimento é grande. Apresento as  6 dicas essenciais para evitar a fuga do seu cão:

1. Abrigue seu cão em um local arejado, onde ele esteja protegido do frio, chuva e calor excessivo. Assim, ele se sentirá tranquilo e confiante em seu espaço;



2. Se assegure de que os portões que levam à rua estejam com trincos em bom estado, desse modo, se algum dia houver uma situação de pânico, ele estará seguro. Se o animal for de uma raça pequena, mantenha as grades com telas, uma vez que cães de portes menores têm facilidade em escapar entre portões;



3. Sempre quando passear com seu companheiro, utilize a coleira e a trela. Com esses acessórios, o seu cão estará impossibilitado de sair da sua zona de alcance;



4. Quando houver queima de fogos perto da localização do animal, mantenha-o em um lugar tranquilo e, se possível com companhia. Ele poderá entrar em pânico e procurar alguma saída do local;



5. Outro fator muito importante é a castração. Além de trazer vários benefícios, o animal não se interessará mais pela rua. Se for fêmea, não entrará mais no cio, diminuindo os motivos para fugir, e se for macho, não se interessará mais por procurar fêmeas no cio;



6. Cães entediados e solitários são mais propensos à fuga, uma vez que, para eles, a euforia do acesso a um lugar novo fará com que ele associe a rua com diversão. Então, procure sempre brincar e exercitar seu animal, assim ele se sentirá confortável onde está;



Lembre-se também que a identificação do animal é de extrema importância. Mantenha-o sempre com uma coleira contendo uma placa com as inscrições do nome e telefone do tutor. Outra opção se dá por meio de um microchip especial para o uso animal, que é inserido sob a pele na base do pescoço por um profissional em Medicina Veterinária. Desse modo, quando o animal estiver perdido, alguém poderá informar sobre a localização.


Seguindo essas dicas, dificilmente o seu cão se sentirá curioso para desbravar as áreas além dos limites da casa e, consequentemente, não fugirá para a rua. Com muito cuidado e atenção, acontecimentos inconvenientes podem ser evitados e o seu companheiro estará seguro!

Alguém?

Imagem 9.png

 

Olá a todos!

Já não é a primeira vez que posto neste blog, desde que com muito orgulho cederam me direitos por aqui, desta vez é para falar de um assunto um bocado complicado e lembrei me logo deste cantinho.

Heis o que acontece, despacharam literalmente para as minhas mãos uma coelhinha anã com 2 anos, e eu já não sei mais o que fazer pois nunca tive condições para ter um animal mais, e digo mais porque sou só eu com dois caes e 1 gatinho para cuidar, nao aguento mais, nao consegui dizer que não ás pessoas em questão ate que vejo me sem espaço em casa se quer para mim.

Heis o que se passa, despacharam me a coelhinha, tristemente porque tinha um problema de formaçao na patinha, deslocou o ombro e nao pode ser colocado novamente no lugar pois é muito arriscado e a pequenina pode ter a vida em risco, de resto só se nota esse problema no andar, é um animal perfeitamente saudavel, com vacinas em dia e tudo. Eu, como nao gosto de ter animais presos e embora tenha tudo o que ela precisa cheguei ao ponto de ter a porta do meu quarto toda roída e tenho dado em doida porque nao consigo distribuir atenção devida a todos os patudos aqui em casa.

Sei que esta situação é surreal mas procurava alguém que pudesse ficar com ela, com o boletim de vacinas, gaiola, bebedouro, enfim, todas essas coisas, não sou uma pessoa descuidada, não, não me condenem por favor, faço tensões de continuar a pagar as despesas da pequena só é insuportável para mim a nível de tempo e espaço, mas também não quero ser enganada, vou querer ver nem que seja em vídeo de vez em quando como ela está, e nessa condição pago a despesa mensal dela, incluindo vacinas, alimentação, etc... Ela por mês gasta-me cerca de 20/30€ no máximo e é aquilo com que tenciono contribuir.

Procuro alguém que claro, goste de animais, apesar de ter poucas esperanças que este meu anúncio venha a resultar em alguma coisa.

Estou situada no porto, quem estiver interessado por favor contacte para: oblogdadaisy@gmail.com eu respondo com brevidade e claro, se não encontrar ninguém vou ter de me aguentar =/ mas ja tenho comigo um cao de porte grande, um pequeno e um gato.... Precisava mesmo de alguem!! :(

Beijinhos e boa semana

Pág. 1/11