Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Causas da agressividade canina

Dizem que existem animais de estimação maus ou perigosos… Mas, a “culpa” não é da genética nem da personalidade do animal, mas sim, muitas vezes, os culpados são os donos e a forma que criaram esses animais.

Como-lidar-com-um-cão-muito-agressivo-2.jpg

Ver um cão a mostrar os dentes e a ladrar, muito nervoso, é uma das consequências de ser agressivo. Esse comportamento pode acarretar em muitos problemas, não só para o animal, mas também para aqueles que os rodeiam. Costuma-se dizer que essa ou aquela raça é “agressiva”, porém, isso é discutível. Não é pelo fato de um animal pertencer a uma raça em particular que ele atacará. Além disso, pode ser provocada como demonstração de dominação ou por medo.


As principais causas da agressividade canina são:


1.Problemas de saúde

Se o animal sentir dores e não estiver com bom estado de saúde, pode desenvolver comportamentos agressivos. É mais comum quando têm problemas de pele ou uma fratura em um osso, estiver ferido ou debilitado. Esse comportamento é normal em cães de rua que sofreram abusos.


2. Má educação

Se o cão não for adestrado de forma adequada e não forem estabelecidos limites, provavelmente ele ficará agressivo. A má educação também pode abranger excesso de mimos, tratá-lo como uma pessoa e não ensiná-lo a agradecer. Por outro lado, os castigos em excesso, os gritos sem medida podem agravar a agressividade do cão. Deixá-lo sempre preso, não dar comida, desafiá-lo por qualquer coisa… tudo isso são hábitos que modificam a personalidade do animal.


3. Territorialidade

Alguns cães podem ser agressivos quando percebem que sua liderança ou seu controle territorial está em perigo. Se um intruso invade o seu espaço ou toma um objeto que é seu, ele responderá com grunhidos e latidos. É importante evitar isso, se quisermos levar outro animal de estimação para casa ou se estivermos esperando um bebê.

 

Em relação a isso, também podemos nos referir à possessividade que alguns cães desenvolvem seja por um objeto, uma pessoa ou outro animal. Se ele tiver um brinquedo e nós quisermos tirá-lo dele, ele o defenderá com unhas e dentes.