Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Porque o meu cão ronca?

Existem muitas doenças semelhantes às nossas que os cães podem vir a sofrer. Além disso, podem apresentar anomalias que nós temos. Por exemplo, muitos se preocupam com os roncos dos nossos animais de estimação. Mas, como acontece em nosso caso, quando um cão ronca, faz isso por um motivo.

x32021-Sleeping-Bulldog-pup-8-weeks-old-white-back

Nem todos os bichinhos roncam, por isso, não é algo que seja originário da espécie, mas sim que acompanha o cão de maneira individual. As causas dos roncos nos cães podem ser variadas. De fato, existem cães mais propensos que outros a isso. Por exemplo, os bichinhos com focinhos achatados roncam muito, devido a sua anatomia e ao seu sistema nasal peculiar.

 

Já que os ossos de seu focinho são mais curtos e estreitos do que o normal, o ar tem menos espaço para chegar aos pulmões e fica batendo nas paredes do focinho. Isso ocasiona um ruído que parece ronco e obriga o animal, muitas vezes, a respirar pela boca. Embora não consigam respirar pela boca, o simples ruído que seu focinho faz já soa como roncos, e são reproduzidos, frequentemente, não só quando dormem.


Existem anomalias que podem fazer com que nosso cão ronque. Por exemplo, um excesso de mucosidade. Isso provoca um bloqueio e estreitamento do canal por onde deve chegar o ar aos pulmões. No entanto, os roncos também podem ser um aviso de uma doença mais grave, como infecções nas vias respiratórias ou na garganta, ou, inclusive, tumores no focinho.