Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Doenças renais em gatos: causas, sintomas e tratamento

doencas-renais-em-gatos-causas-sintomas-e-tratamen

 

 As doenças renais são extremamente comuns em gatos e podem causar sérios danos. Para entendermos melhor essas enfermidades, vamos esclarecer qual é o papel desses órgãos: a principal função dos rins é a eliminação de substâncias tóxicas através da urina. Além disso, também são responsáveis por uma série de processos que garantem o equilíbrio do organismo.

 

Para diminuir as chances de evolução das doenças renais, é ideal um diagnóstico precoce e um tratamento correto. Por isso, o blog "Amigos dos Animais" dedica este artigo a todas as pessoas que buscam saber mais sobre o assunto, de forma a melhorar a qualidade de vida de seus bichanos.

 

1. Nefrite

Caracterizada por alterações inflamatórias renais, podendo ser crônica ou aguda, a nefrite surge subitamente e diminui ou elimina a capacidade de filtração dos rins.

 

Falta de apetite, vômito, excesso ou falta de urina e apatia são os principais sinais clínicos.

A nefrite é diagnosticada através de exames de sangue e urina e o tratamento é realizado através de medicamentos que visam eliminar a inflamação.

 

2. Insuficiência renal crônica

A insuficiência renal é uma doença que pode levar o paciente ao óbito. Ela causa o mau funcionamento do rim, de forma que os resíduos tóxicos não sejam normalmente excretados do corpo.

 

O animal passa a beber mais água, na tentativa de eliminá-los, e os sinais clínicos são vômito, diarreia, letargia, perda de peso, fraqueza, úlceras gastrointestinais e, até mesmo, pressão alta. Em última instância, a hipertensão pode levar à perda da visão.

 

O diagnóstico é feito através de exames de sangue e urina e o tratamento conta com administração de fluidos, dieta e medicamentos adequados. Em casos de insuficiência renal, é necessária a realização de hemodiálise ou de transplante de rim.

 

3. Tumores renais

O linfoma é o tipo de tumor renal mais comum em gatos e costuma apresentar uma rápida evolução.

Os principais sinais clínicos relatados incluem inapetência, vômito, letargia e perda de peso.

Os exames feitos para diagnosticar podem ser ultrassonografia, radiografia, hemograma, exame de urina e biópsia da massa tumoral. Nos casos de linfoma, o tratamento mais utilizado é a quimioterapia.

 

4. Doença obstrutiva do trato urinário

Também chamada de Urolitíase, essa doença é caracterizada pelo aparecimento de cálculos no trato urinário. Essas pedras frequentemente obstruem a uretra dos machos e causam inflamações nas fêmeas.

 

Os principais sinais clínicos incluem sangue na urina (hematúria); eliminação de urina muitas vezes, em pequenas quantidades (polaquiúria); dificuldade para urinar (disúria); e/ou ausência da produção de urina por determinados períodos (anúria).

 

O diagnóstico é baseado em exames clínicos, laboratoriais e radiográficos e o tratamento emergencial costuma ser realizado através do uso de cateteres ou de intervenção cirúrgica, com a função de desobstruir o trato urinário. Em casos menos sérios, as pedras podem ser destruídas através de dietas e medicamentos específicos.

 

Confira um quadro geral de sintomas que podem indicar a presença de uma doença renal

Ainda que as doenças renais acometam com maior frequência gatos idosos, também podem se desenvolver em felinos mais jovens. Então, a grande dica é ficar sempre de olho em seu animal e observar sinais como:

    • diminuição do apetite;
    • aparecimento de aftas;
    • abdômen sensível;
    • queda de pelo;
    • vômitos ou engasgos frequentes;
    • aumento, diminuição da quantidade de urina e/ou do número de vezes;
    • urina esbranquiçada ou alaranjada;
    • sonolência constante;
    • diarreia;
    • presença de sangue na urina;
    • mau hálito;
    • depressão, letargia e apatia.

 

Idade e alimentação podem predispor seu felino a desenvolver uma doença renal.

Os grandes fatores de risco que podem aumentar as chances de o seu gato desenvolver alguma doença renal incluem:

 

1. idade  gatos mais velhos estão mais propensos a desenvolver doenças que afetam os rins;

 

2. raça  algumas raças felinas, como o Burmês, o Siamês Abissínio e o Maine Coon, possuem maior tendência para desenvolver enfermidades renais;

 

3. alimentação  dietas que possuem muita proteína ou uma grande quantidade de fósforo também colaboram para a evolução de doenças nos rins;

 

4. lesões  até mesmo medicamentos e outras substâncias químicas podem causar lesões nos rins de seu animal.

 

Como prevenir as doenças renais em gatos

    • sempre deixe água limpa, filtrada e fresca para seu gatinho;
    • não dê restos de comida a ele;
    • evite dar guloseimas;
    • pergunte ao veterinário a melhor dieta para o seu felino;
    • fique atento às mudanças de comportamento;
    • em caso de suspeita de doença renal, leve seu animal ao veterinário imediatamente.

 

Lembre-se de que nossos pets devem ser levados ao profissional periodicamente, de forma que estejam sempre com a saúde em dia.