Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar os nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar os nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Existem raças que ladram menos que outras?

Os cães que não ladram não pertencem, necessariamente, a uma raça específica. Inclusive pode acontecer de um animal ladrar em excesso e outro ser mais calado, dentro de uma mesma ninhada. Os cães nórdicos, por exemplo, costumam não ladrar muito, preferindo se comunicar através de uivos. Outra raça pouco predisposta ao latido é o Shih Tuz.


Outro caso extremo é o Basenji, um animal que não pode ladrar porque suas cordas vocais são muito parecidas com as dos cães primitivos. Por isso, eles se comunicam através de uivos agudos, que alguns descrevem como uma espécie de canto tirolês.

Embora a ausência de latidos não seja um problema, mas quase uma bênção para você e seus vizinhos, o melhor é consultar um veterinário. Apesar de a maioria das consultas ser motivada por latidos em excesso, se o seu cão é silencioso, é sempre bom descartar causas orgânicas, como a surdez ou possíveis traumas por maus-tratos.

Se você adotou um cão que foi abandonado, por exemplo, talvez o dono anterior tenha utilizado métodos que amedrontou o animal, como coleiras anti-latido ou outros tipos de castigo. Por isso, ele não ladra. Em casos como esse, com muito amor e paciência, e talvez com a intervenção de algum especialista em comportamento animal, talvez seja possível reverter a situação. Com o passar dos dias, o peludo ficará mais tranquilo e confiante. Só então você começará a escutar os seus latidos. É só uma questão de tempo.

O importante é que – latindo muito, pouco ou nada – você ame o seu amigo de quatro patas e seja responsável pelo seu cuidado e educação. E, acima de tudo, aprenda a interpretar as diferentes formas que um cão tem de se comunicar.