Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

A raça pode fazer a diferença

Costuma-se dizer que os cães são um reflexo dos seus tutores. Muitas vezes temos preferência por determinadas raças. Seja porque nos habituamos a conviver com ela. Ou porque algum traço de personalidade nos agrada.

adoção de cães

Mas isso não signfica que seja a raça certa para si. Por isso, antes de optar por uma raça, informe-se bem. E procure um bom criador.
Um cão rafeiro pode ser uma ótima opção. A combinação de raças pode equilibrar a personalidade ou fisicalidade.

 

E não se esqueça que adotar um cão rafeiro pode ser a forma de salvar um cão da rua ou do canil. Escolher o cão certo é importante para garantir que a vida em família se adequa ao seu novo elemento. Para que vivam todos harmoniosamente.

 

Como deve ser um cão doador de sangue?

Devido aos exames exaustivos aos quais um cão é submetido para saber se pode ser um doador, eles devem ter uma excelente saúde. Devem ter todas as vacinas em dia, estar totalmente desparasitados e não apresentar nenhum tipo de doença infecciosa.

animais doam sangue

Durante um ano, antes de ser doador, o cão será submetido a dois exames completos para comprovar que tudo está bem e que não havia nenhum tipo de doença “oculta” que ainda não havia se manifestado.

 

Os cães devem pesar pelo menos 20 quilos, e são muito melhores os cães de personalidade tranquila como o labrador, já que não seria necessário recorrer aos sedativos para realizar a extração. Um cão pode doar sangue a cada 8 semanas.

 

Sozinho em casa sem ladrar

Os cães devem aprender e habituar-se a ficarem sozinhos em casa sem ladrar.

sozinho em casa sem ladrar


A ansiedade da separação pode ser reduzida com alguns truques simples:

- Comece por ausentar-se por períodos curtos, para ele se ir habituando


- É natural que ele se aperceba antes que vai ficar sozinho. Se ele começar a ladrar seja firme e diga “não”


- Se for possível, dê passeios mais longos antes do período em que o cão vai ficar sozinho


- Quando sair de casa, se o ouvir ladrar, não volte para trás


- Deixe a rádio ou a televisão ligada quando sair


- Dê-lhe o brinquedo favorito para ele ficar entretido

 

O cão comeu a comida do gato. E agora?

A alimentação dos gatos é diferente e contém mais gordura. Consequentemente, tem mais calorias e também mais proteínas.

O cão comeu a comida do gato

Se o cão se alimentar regularmente com ração de gato, para além da obesidade a longo prazo, pode ter desequilíbrios de vitaminas e minerais.

Se o cão se alimentar uma só vez não trará grandes consequências. No entanto, existem algumas formas de evitar esta situação:

 

- Escolha espaços distintos para eles se alimentarem
- Crie uma dieta distinta para cada pet
- Coloque a comida dos gatos num espaço alto para inibir o acesso aos cães