Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Curiosidades sobre Chow Chow #1

O Chow Chow, assim como o Shar Pei, é uma raça que atrai pela beleza, principalmente quando jovens. Porém, também é uma raça que exige uma certa experiência do dono, devido ao seu temperamento.

chow chow

Família: Spitz, Norte (companhia)
Origem: China
Função original: Cão de guarda
Tamanho e Peso médio do macho: Alt.: 43-50 cm; Peso: 20-31 kg
Tamanho e Peso médio da fêmea: Alt.: 43-50 cm; Peso: 20-31 kg
Expectativa de vida: 8-12 anos

 

Temperamento

Com ar de dignidade, e mesmo senhorial, o Chow Chow é muito reservado. Não é muito extrovertido, mesmo com a sua família, e geralmente é muito teimoso e protetor.


Cuidados a ter

Precisa de atividade ao ar livre regular, mas não extenuante. Não se dá bem em climas quentes e húmidos. O seu pelo deve ser escovado uma vez por semana, se for do tipo liso, e todos os dias, se for do tipo áspero ou estiver em mudança de pelo.
Adaptado a Interior e exterior.


Características inatas

É um cão independente, sério e dedicado à sua família. Pode ser ligeiramente desconfiado com estranhos mas, de um modo geral, dá-se bem com outros animais domésticos.


Problemas de saúde mais comuns: Doença arterial coronária e entrópio.

A vida do caracol: com a casa nas costas

Simpático, protagonista de canções infantis, anedotas e histórias, este pequeno animal sempre despertou nossa curiosidade. Seria por causa de seu modo particular de viver com a casa nas costas? Ou talvez por causa da lentidão de seu deslocamento?

caracol

 
Os caracóis são muito abundantes no mundo. Eles são encontrados em diversos habitats. Algumas espécies se adaptam muito bem ao deserto, outras vivem em climas frios, áreas montanhosas e até em pântanos.


Os mais comuns e conhecidos escolhem locais húmidos para viver e dependem da água para se desenvolver. Eles geralmente se reproduzem muito bem em lugares onde existem seres humanos.

A presença do homem gera jardins e isso lhes dá alimento permanente.


Nas estações quentes, permanecem escondidos. Quando o sol está escondido e o ambiente arrefece, eles saem a noite para se alimentar.
A maioria é herbívora. Alimentam-se de folhas em decomposição, casca, caules e matéria orgânica.


Eles são animais solitários e entram em contato com outros apenas por motivos de alimentação ou acasalamento. Não são agressivos com outros animais, embora causem danos às plantas.

 

Curiosidades sobre a Pantera Negra

A pantera negra é um animal misterioso e belo, enquanto desperta a nossa curiosidade e, também, o nosso medo. A pantera negra é um animal noturno. A cor dos seus pelos a ajuda-a a passar despercebida por presas e predadores.

pantera

Dizem que a coragem de uma mãe não tem limites. Se seus filhotes forem ameaçados a pantera colocará suas garras em ação. Além disso, não parará até que seu oponente morra ou fuja.

 

Elas caçam um animal, comem o que acham que precisam e enterram o que resta para voltar mais tarde para sua próxima refeição.

 

Desde que nascem, elas ficam com suas mães, até que… completam um ano de idade! Sim, depois de um ano de idade, elas se tornam totalmente autônomas e, portanto, se despedem da mãe para procurar o próprio território.

A pantera negra é o maior felino dentre os que vivem na América e o terceiro maior do mundo, precedida pelo leão e pelo tigre, realmente o maior. Pode medir 1,5 metros de comprimento, até 65 centímetros de largura, e pesar 90 quilos.


Não é predadora dos humanos. A pantera só ataca em caso de ser ameaçada, por isso, se você não mexer com ela, ela não vai atacar.

 

As fascinantes pupilas dos gatos

O funcionamento das pupilas de gatos difere muito das pupilas humanas. Suas características, sua forma e suas capacidades nunca deixam de surpreender a comunidade científica dia após dia.

pupilas dos gatos

De acordo com um estudo, a verticalidade das pupilas dos gatos ajuda-os a calcular a distância exata em que suas presas se encontram em ambientes onde a luz é escassa. Isso porque o método de caça dos gatos é baseado no efeito surpresa. Essa característica de suas pupilas é essencial para calcular a altura do salto com o qual eles saltarão sobre suas presas totalmente despreparadas.

 

Usando o método conhecido como estereopsia, o cérebro compara a distância entre duas imagens que são projetadas na retina de cada olho. Da visão bidimensional, oferecida pela nossa visão ao cérebro, ele é capaz de combinar as imagens para dar origem a uma única imagem tridimensional.