Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Tártaro em cães: remédios naturais

É importante saber que certas raças de cães são mais propensas que outras a sofrer com esse problema. Um exemplo são as raças muito pequenas e as de focinho chato (as chamadas braquicéfalas). Também são mais propensos os cães idosos.

cães

 
Higiene dental

A frequência não é igual à dos humanos e também não se usam os mesmos utensílios. É preciso uma escova e uma pasta dental especiais (a dos humanos é tóxica para eles).


Guloseimas e brinquedos especiais

Existem algumas guloseimas e brinquedos para pets no mercado desenhados especialmente para reduzir o risco de tártaro. Nosso animal se divertirá e limpará a boca ao mesmo tempo.


Limpeza com bicarbonato e vinagre de maçã

O bicarbonato é usado para escovar os dentes. Para isso, basta diluir uma colher pequena em um copo d’água. O vinagre é usado também para uma escovação correta, puro e seguido de um bom enxague.

 

Como vemos, existem muitas medidas que os donos podem tomar para evitar o surgimento do tártaro em cães e impedir possíveis complicações na saúde do animal.

 

Qual é a forma mais eficaz de combater a acumulação de tártaro nos Gatos?

A escovagem dos dentes com um dentífrico adequado, pelo menos três vezes por semana, é a forma mais eficaz de diminuir a acumulação da placa dentária e o aparecimento do tártaro.
No entanto, existem outros cuidados que podem contribuir para a redução da formação do tártaro:


gato-escova-de-dentes.jpg
• Uma dieta (ração) própria, que ajuda a reduzi-lo durante e após as refeições.
A sua forma e textura estimulam a mastigação, ajudando a limitar o depósito da placa dentária;



• Aditivos, que acrescentados à água ou à comida, ajudam também a reduzir o tártaro;



Em casos mais avançados, a destartarização, realizada por um médico veterinário, permite remover eficazmente todo o tártaro acumulado.


 

Como escovar os dentes dos felinos

gato-escova-de-dentes.jpg


Não se deve utilizar escovas de dente para humanos e nem pasta de dente para humanos, pois eles podem ser tóxicos para os animais. Já existem pastas e escovas desenvolvidas especialmente para felinos.

Existem escovas e pastas de dente próprias para gatos, seu veterinário pode recomendar a marca e o modelo mais apropriados. A escova para humanos além de magoar, não age corretamente nas áreas que mais necessitam de limpeza. E as pastas de dente para gatos geralmente possuem um gosto especial que seu gato irá amar.

 

Deve começar a habituar de forma tranquila, associando o objeto com petiscos e muito, muito carinho. Fácil não é, porque gatos são mesmo rebeldes por natureza.  O ideal é fazer o bichano se habituar com a higiene desde filhote. Se ele já estiver crescido, adote esta técnica: coloque pasta no seu dedo e esfregue nos dentes do bicho, tomando cuidado para ele não ferrrar. Não se preocupe se ele engolir um pouco do produto. Não lhe fará nenhum mal. Depois de alguns dias, mais habituado com a novidade, introduza a escova.

 

Se ele for do tipo arisco peça ajuda a alguém. Enquanto um segura as patas, o outro abre a boca e faz a escovação. Aproveite para observar se a gengiva apresenta vermelhidão e inchaço, além de mau hálito. Um desses sinais já indica problema. 

 

Finja que seu dedo é uma escova de dente e devagarinho e gentilmente esfregue seu dedo no dente do gatinho, massageando. Não ponha o dedo fundo na boca dele, seja gentil e realmente simule uma escovação de dente utilizando seu dedo. Repita isso por cerca de uma semana até ele se habituar com esta prática.

 

O passo seguinte é usar uma gaze enrolada no dedo. Repita várias vezes, sempre elogiando, fazendo carinho e oferecendo petiscos. Se o animal não estiver aceitando pare e recomece mais tarde.

 


Não vá escovando com força, pois você pode machucar seu animal de estimação!

Lembre-se, vá ensinando e treinando ele devagar e tenha paciência. No começo ele não irá deixar você escovar todos os dentes.

É fortemente recomendado que pergunte ao seu veterinário para que ele lhe mostre como escovar os dentes do gatinho corretamente.

Quando o seu cão vai a banhos… E não só!

Quando o assunto é a higiene e o banho do cachorro há tópicos que nos deixam sempre com dúvidas.


Com que frequência devo dar-lhe banho? Como limpo os ouvidos? Será que estou a fazer bem assim?


Ficamos sempre reticentes porque queremos o melhor para eles e questionamo-nos constantemente se estamos a fazer bem as coisas.


Aqui vai um guia rápido para acabar com as dúvidas.


 


Banhocas e Brincadeiras de Espuma


banho em cachorro


 


 


Saber quantas vezes temos de dar banho ao nosso amigo de quatro patas é uma questão que assombra muitos donos, pois todos sabem que banho em excesso pode ser tão mau como não dar banho de todo.


O intervalo de tempo em que devemos levar o cão a banhos depende de alguns fatores:




         



Tipo de Pelo


 




    • Pelo oleoso e longo – banho semanal

    • Pelo longo e denso – banho quinzenal

    • Pelo curto – banho quinzenal



 


Porte do animal


 




    • Porte grande – 3 em 3 semanas ou uma vez por mês

    • Porte pequeno e médio – banho semanal

    •  


Cão de interior ou exterior



       
    • Cão de interior – banho semanal

    • Cão de exterior – banho semanal

    •  


Note-se que o número de vezes que damos banho ao nosso cão alterna de acordo com a época em que nos encontramos. É normal dar mais vezes banho no verão do que no inverno.


Existem alguns cuidados a ter quando se dá banho ao cão. Devemos utilizar água morna e nunca se deve usar produtos que não sejam próprios para animal.


A altura do dia mais aconselhável para dar banho ao nosso amigo é durante o dia para evitar que o bichinho apanhe muito frio. Também podemos usar o secador de cabelo para auxiliar na secagem do pelo.


 


Orelhinhas, Estás a Ouvir?


orelhas do cachorro


 


Limpar orelhas e ouvidos não tem uma frequência certa, desde que se encontrem limpos tudo bem!


Na hora de limpar o ouvido é preciso ter muito cuidado pois é uma zona muito sensível.


Para limpar bem o ouvido devemos dobrar a orelha de modo a que o ouvido fique para fora e, com um cotonete imergido em algo que ajude a diluir o cerume, limpamos o ouvido.


Concluído este processo, com a ajuda de algodão, lavamos a orelha.


 


Unhas e ‘Garras’ Limpinhas!


unhas cachorro


 


 


Manter as unhas dos cães pequenas evita unhas encravadas e impede que este fique preso em algum sítio.


Os cães de interior necessitam que lhes sejam cortadas as ‘garras’ mais vezes que os outros cães, uma vez que os cães do exterior podem usar superfícies de cimento ou de outro material áspero para aparar as unhas.


Deve-se utilizar um corta-unhas próprio para cães e temos de ter cuidado para evitar o sabugo (cutícula que contém vasos sanguíneos).


O ideal será cortar as unhas ao seu animal de estimação quando ele estiver calmo, claro que pode sempre seduzi-los com alguns biscoitos.


 


Dentuças Branquinhas!


vania_cris


Tal como acontece com o processo das unhas, para escovar os dentes do seu cão é melhor fazê-lo quando ele está calmo. Deve usar uma escova e dentífrico próprio para cães.


Antes de começar a escovar os dentes ao seu melhor amigo o melhor é:





      • Encontrar uma posição confortável para os dois

      • Passar o dedo nas gengivas do cão para que ele se acostume aos movimentos

      • Dar-lhe um pouco de pasta dos dentes a provar




O processo de lavagem dos dentes é simples é só escovar os dentes de forma suave e firme, em movimentos circulares e começando pelos dentes da frente e acabando nos de trás.


 


Esses Olhinhos Têm Lágrimas?


vania_cris


 


Quando o tema são os olhos do nosso cão é normal estarmos mais aflitos. Tal como os seres humanos é natural os animais ganharem secreções à volta dos olhos, vulgarmente conhecido por ‘remela’, se esta sair facilmente então não há razão para alarme.


A área à volta dos olhos necessita de uma atenção especial, uma boa forma de mantê-la limpa é conservar o pelo nesta área curto. Podemos utilizar colírio e cotonetes para limpar a área.


TENHA EM ATENÇÃO: utilize produtos apenas recomendados pelo veterinário, outros produtos podem provocar danos irremediáveis nos olhos do seu amigo!


Há caso de cães que apresentam manchas avermelhadas ou acastanhadas perto dos olhos, isto deve-se a uma substância presente nas lágrimas dos cães que, em contacto com a luz, formam uma certa pigmentação, o que provoca as tais manchas.


Também há casos em que as manchas podem ser resultado de algum tipo de alergia e o melhor é consultar um veterinário.


 


Estou Bem Asseado?


Os animais com um pelo mais longo e até mesmo os cãezinhos mais jovens podem ficar com algumas fezes agarradas ao pelo.


Para evitar este problema os pelos perto da zona genital do cão devem estar sempre aparados e o mais pequeno possível.


Para limpar o cão não necessita de lhe dar um banho completo. Submerja a parte suja em água morna durante cerca de dois minutos e, com a ajuda de papel, extrai-se as fezes restantes.


 


Os seus animais vão agradecer estes pequenos (grandes) cuidados com muitas beijocas e momentos de saúde! 


Screen Shot 2016-08-05 at 17.39.40.png