Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Os 10 principais animais ameaçados de extinção

1 - Tigre

Novos levantamentos indicam que existem menos de 3,2 mil tigres na natureza. Hoje, só restam apenas 7% do habitat natural destes animais. O extermínio dos tigres também está ligado à falta de informação. Em muitas partes da Ásia, os tigres são caçados porque partes do seu corpo são consideradas medicinais.

tigre

 

2 - Urso Polar

O urso polar se tornou o principal símbolo dos animais que perdem seu habitat natural devido ao aquecimento global. A elevação da temperatura no Ártico é uma das principais ameaças aos ursos, assim como os petroleiros e os derramamentos de óleo na região.

urso polar

 

3 - Morsa

Os mais novos animais a entrarem para a lista dos ameaçados, as morsas também são diretamente afetadas pelo aquecimento global. Em setembro, 200 morsas foram encontradas mortas nas praias do Alasca. Com o derretimento das geleiras, os animais estão ficando sem comida.

morsa

 

4 - Pinguim de Magalhães

O aquecimento das correntes marítimas tem forçado os pinguins a nadarem cada vez mais longe para achar comida. Não à toa, eles têm aparecido nas praias brasileiras, muitas vezes magros demais ou muito doentes. Das 17 espécies de pinguins, 12 estão ameaçadas pelo aquecimento global.

Pinguim de Magalhães

 

5 - Tartaruga - Gigante

Também conhecida tartaruga-de-couro, são um dos maiores répteis do planeta e chegam a pesar 700 quilos. Estimativas mostram que há apenas 2,3 mil fêmeas no Oceano Pacífico, seu habitat natural. O aumento das temperaturas, a pesca e a poluição têm ameaçado sua procriação.

tartaruga-gigante

 

6 - Atum Azul

Um dos ingredientes principais do sushi de boa qualidade, o atum encontrado nos oceanos Atlântico e Mediterrâneo está sendo extinto por causa da pesca predatória. Uma proibição temporária da pesca desta espécie de atum ajudaria suas populações a voltar a um equilíbrio. Segundo o WWF, as pessoas em geral podem ajudar a protegê-los diminuindo seu consumo.

Atum Azul

 

7 - Gorila das Montanhas

Famosos depois do filme “Nas montanhas dos gorilas”, estrelado por Sigourney Weaver, os gorilas podem deixar de existir na próxima década. Existem apenas 720 animais vivendo nas florestas da África, e outros 200 no Parque Nacional de Virunga, a maior área de preservação desta espécie. Em muitas partes da África, os gorilas são caçados porque partes do seu corpo são consideradas medicinais.

gorila-da-montanha

 

8 - Borboleta Monarca

As temperaturas extremas são a principal ameaça destas borboletas, que todo ano cruzam os Estados Unidos em busca do calor mexicano. Elas vivem em florestas de pinheiros, área cada vez mais ameaçada pelo aquecimento global e urbanização crescente.

Borboleta Monarca

 

9 - Rinoceronte de Java

Existem apenas 60 destes rinocerontes em seus habitat natural. Como seu chifre é usado na medicina tradicional asiática, os rinocerontes são caçados de forma predatória. A expansão das plantações também tem acabado com as florestas que abrigam a espécie. O Vietnã, país que era um grande habitat dos rinocerontes, abriga apenas 12 animais no momento.

Rinoceronte de Java

 

10 - Panda

restam apenas 1,6 mil pandas na natureza, de acordo com o WWF. Eles vivem nas florestas da China, que estão cada vez mais ameaçadas pelo crescimento das cidades chinesas. Existe mais de 20 áreas de proteção ambiental no país para proteger estes animais. Metade dos pandas vive hoje em áreas protegidas ou em zoológicos.

Panda

 

 

Tartarugas-verdes já não estão em perigo de extinção

ScreenShot001.jpg


 


Depois de quatro décadas de esforços de conservação, as tartarugas-verdes deixaram de estar em perigo de extinção na costa da Florida e México, de acordo com o US Fish and Wildlife Service.


 


No final dos anos 70, o decréscimo brutal da população devido ao armazenamento de ovos e carne de tartaruga levou ao desenvolvimento de vários programas que ajudaram os números do animal a subir para alguns milhares.


 


Como resultado do aumento populacional, a espécie passou de “em perigo de extinção” para “ameaçada de extinção”, segundo a classificação do Endangered Species Act norte-americano. Apesar deste feito, as tartarugas-verdes continuarão a ser protegidas nos dois países.


 


Segundo a agência ambiental norte-americana, existem hoje 2.250 tartarugas-verdes fêmeas na Florida, quando em 1978 o número podia contar-se pelos dedos de uma mão. Noutros locais do globo, porém, o animal ainda está em perigo.


 


Existem três populações distintas – Mar Mediterrâneo, Pacífico Centro-Sul e Pacífico Centro-Oeste – onde este réptil continua em perigo de extinção. Segundo o Inhabitat, os conservacionistas esperam que o sucesso norte-americano possa ser replicado noutros locais do planeta.