Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar os nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Amigos dos Animais

Este blog tem o intuito de ajudar os nossos leitores a entender melhor os seus animais.

Tartarugas Hieroglíficas

Resistentes e adaptáveis, resistiram e sobreviveram às mudanças do nosso planeta.

tartarugas-hieroglificas.jpg

História: A Tartaruga Hieroglífica é originária dos Estados Unidos da América, onde pode ser encontrada desde o Sul de Indiana até ao Norte do Mississipi. Esta espécie gosta de rios com corrente de média intensidade e com muita vegetação. Passam a maior parte do tempo na água, mas gostam de se empoleirar em troncos ou outros objectos flutuantes para apanharem banhos-de-sol.

Descrição: A Tartaruga Hieroglífica tem uma carapaça escura, entre o castanho e o preto, com um padrão irregular de riscas amareladas. A cabeça, cauda e membros também são escuros e adornados de riscas amarelas. A Tartaruga Hieroglífica não tem riscas a rodear os olhos.
As fêmeas são tipicamente maiores e mais abobadadas do que machos.

Alojamento: A Tartaruga Hieroglífica deve ser alojada num aquaterrário, ou seja num recipiente com uma parte seca e outra parte aquática. Para melhorar a disposição pode acrescentar uma zona com materiais flutuantes que permitam à tartaruga empoleirar-se ou até mesmo escalar para sair da água.

A zona dominante deve ser a aquática, mas deve haver uma parte seca suficientemente grande para que a tartaruga consiga sair completamente da água. A Tartaruga Hieroglífica é uma boa nadadora, mas enquanto pequena, deve ter acesso a zonas onde o nível da água permita-lhe apoiar os pés e manter a cabeça de fora ao mesmo tempo. Em adultas, gostam de zonas fundas onde possam mergulhar.

Dieta: A Tartaruga Hieroglífica é omnívora e come um pouco de tudo. Existem no mercado rações em stick adequadas para este tipo de tartarugas semi-aquáticas que são uma óptima base para a sua alimentação.

Para complementar, pode ser dada carne branca cozinhada sem tempero. Vegetais também estar presentes, mas a alface deve ser evitada, pois causa diarreia.

Quando são pequenas pode dar camarões (gammarus), a partir de 2 anos pode dar

sticks, ração seca para cães junior.